Noticias

06/11/2018 CMN encerra festividades de 70 anos de reinstalação em solenidade nesta quinta

A Câmara Municipal de Natal encerra nesta quinta-feira (8) as comemorações dos 70 anos de sua reinstalação, após o período conhecido como "Era Vargas", com uma solenidade, às 18h30min, ocasião em que serão premiados os estudantes vencedores do concurso de redação. Três alunos que tiveram seus textos escolhidas dentro da temática da participação dos jovens no parlamento municipal, serão premiados durante a cerimônia.

Em junho passado foi realizada uma extensa programação que relembrou como o legislativo natalense vivenciou este momento histórico de fortalecimento da democracia. Para o presidente da Casa, vereador Raniere Barbosa (AVANTE), os eventos promovidos em alusão à reinstalação da Câmara, contam a trajetória do parlamento para reavivar sua história e o seu compromisso com a cidadania. "É um registro histórico que resgatamos. Estamos felizes em oferecer isso à sociedade natalense e em estarmos presentes nesse momento que ficará ainda mais presente na história, podendo ser relembrado através da cápsula do tempo, que inauguramos dentro das comemorações", destacou o presidente.

Ele se refere à cápsula inaugurada junto ao Memorial do Legislativo. Nela estão alojados pergaminhos com mensagens dos 29 vereadores que serão lidas daqui a 30 anos, quando o parlamento municipal vai comemorar o centenário da reinstalação. As cinco instituições que participaram há 70 anos da reabertura da Câmara, também depositaram suas perspectivas na cápsula, sendo estas a Arquidiocese de Natal, o Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Norte, a Universidade Federal do estado (UFRN), Academia Norte-riograndense de Letras e o jornal "A República", que foram homenageados pelos vereadores durante as comemorações.

De acordo com Udymar Pessoa, que idealizou o memorial, a data referência da reinstalação da Câmara foi descoberta ao longo da pesquisa histórica realizada para festejar os 400 anos de criação da Câmara, em 2011. "Quando nos demos conta desta data referência, vimos a necessidade de externar toda a memória que está por trás dela. Fizemos então um resgate daquilo que conseguimos recuperar para que se perceba que a Casa está preocupada com o acervo e com a importância que essa história representa para a cidade", destaca Udymar. O memorial físico está instalado na antessala do plenário, mas a Câmara também criou o memorial virtual (www.memorial.cmnat.rn.gov.br). A intenção, segundo Moisés Guedes, analista de tecnologia da informação, é disponibilizar para a população, de uma maneira fácil e moderna, os fatos históricos que aconteceram na Casa Legislativa.

Além do memorial, os 70 anos de reinstalação da Câmara, contou com solenidades para homenagear e relembrar todos os que contribuíram para o fortalecimento da democracia em Natal e até ganhou um selo comemorativo dos Correios. Artistas locais e artesãos foram lembrados em apresentações musicais e espaço para artesanato e gastronomia, bem como ações de saúde. "Agora vamos fechar com chave de ouro tendo a participação dos alunos no concurso de redação. Dessa forma também estamos aproximando os jovens através da leitura com este concurso, quando receberemos na solenidade todos os envolvidos, famílias e escolas nesse contexto que valoriza a história e a cidadania que se faz com participação", destaca Michele Paulista, diretora da Escola do Legislativo Wilma de Faria.


História

A Câmara Municipal de Natal foi criada ainda no período colonial, em 1611, sob o nome de Senado da Câmara. Durante o Estado Novo, entre 1937 e 1945, as Câmaras Municipais foram fechadas e o poder legislativo dos municípios foi extinto, sendo reabertos somente em 1948, já no período do Estado Novo, e começaram a tomar a forma que hoje possuem. No dia 5 de junho de 1948, após a era Vargas, a Câmara Municipal de Natal foi instalada definitivamente, completando 70 anos dessa data simbólica neste ano de 2018, quando o feito está sendo relembrado.

"Essa é uma iniciativa relevante porque valoriza a vida democrática da população. Envolvemos instituições externas e escolas, com alunos que serão premiados no concurso de redação. Dessa forma, estamos mostrando à comunidade que a Câmara está cada vez mais preocupada com o fortalecimento da democracia", ressalta o diretor geral da Câmara, Francisco Dagmar Fernandes.

Texto: Cláudio Oliveira

Foto: Elpídio Júnior

 

Voltar

event_note Informativo