Noticias

07/11/2018 Criadora da coleta seletiva recebe Título de Cidadã Natalense

Nesta segunda-feira (06), a Câmara Municipal de Natal, por iniciativa do vereador Ubaldo Fernandes (PTC), concedeu o Título de Cidadã Natalense a economista Maria Wagna de Araújo Dantas pelos relevantes serviços prestados à sociedade, especialmente no campo da gestão ambiental e uso sustentável dos recursos naturais. A solenidade de entrega da distinção contou com a presença de autoridades, familiares e amigos da homenageada.  

"Ela foi a grande responsável pela implantação da Coleta Seletiva em nossa cidade, teve participação no encerramento do lixão e na inauguração do aterro sanitário metropolitano. Também desenvolveu inúmeras ações junto aos catadores de materiais recicláveis e projetos de qualificação de jovens para inserção no mercado de trabalho", lembrou o vereador Ubaldo Fernandes.

Josivan Cardoso, diretor-presidente do Instituto de Gestão de Águas do Estado (IGARN), disse que Maria Wagna é uma intelectual engajada nas grandes questões sociais. "Destaque para a temática ambiental, sobretudo na elaboração de iniciativas no manuseio consciente dos resíduos sólidos e na coordenação de obras de saneamento básico. Um trabalho voltado para a promoção da qualidade de vida das pessoas", pontuou.

Por sua vez, a diretora de empreendimentos da CAERN, Geny Formiga, falou que as principais políticas ambientais empreendidas na capital potiguar possuem relevante contribuição de Maria Wagna. "Uma pessoa totalmente dedicada ao trabalho, bastante dinâmica, eficiente em tudo que se propõe a fazer. Com toda certeza é merecedora desta honraria". 

Ao fazer uso da palavra, Maria Wagna, que é natural de Arcoverde (PE), agradeceu ao Parlamento Municipal a concessão da cidadania natalense. "Escolhi Natal para viver e construir minha carreira profissional pela qualidade de vida e a hospitalidade dos seus moradores. Uma honra saber que contribuí para projetos ambientais, sociais e educacionais nesta linda cidade. Muito obrigada a todos pelo carinho e consideração", concluiu. 


Texto: Junior Martins
Fotos: Verônica Macedo

Voltar

event_note Informativo